"...Só que os personagens são conceitos, e os meios, as paisagens, são espaços-tempos. Escreve-se sempre para dar a vida, para libertar a vida aí onde está apriosionada, para traçar linhas de fuga. Para isto, é preciso que a linguagem não seja um sistema homogêneo, mas um desequilíbrio, sempre heterogêneo:
mas um desequilíbrio, sempre heterogêneo: o estilo aqui rompido das diferenças de potenciais entre as quais qualquer coisa pode passar, se passar, surgir um clarão que saia da própria linguagem, e que nos faça ver e pensar o que permaceria nas sombras..."

gilles deleuze

"Tudo que é reto mente. Toda verdade é sinuosa. O próprio tempo é um círculo. Quanto mais nos elevamos, menores parecemos aos olhos daqueles que não sabem voar. O conhecimento chega, mas a sabedoria demora!"

Friedrich Wilhelm Nietzsche

video arte integrante do longa metragem experimental Poética em Paralaxe. Nesse primeiro fragmento do longa "Poética em Paralaxe", é propost@ @ "reflexão/contato" acerca das relações do homem além de sutis críticas a possíveis "elementos/elos" que sustentem a subjetividade regente do modo que se dá esse contato; consigo, com o "meio" e com os demais seres. Nesse contexto contemporâneo civilizado, a poética escrita entra como um elemento a mais dessas proposições analíticas implícitas. som/imagem/harmonia, imagem/texto/contexto, texto/som/ruído, ruído/letras/escuro/informação...
Mais que qualquer resposta parcial ou imediata, o coletivo Gaveta Anartista, como em suas outras ações/obras, pretende "despertar/propor" questionamentos, se possível "sem palavras", através das sensações e do estudo e uso de "conhecimentos simbólicos/de catarse/epifanía" possíveis à arte em suas expressões.

Loading more stuff…

Hmm…it looks like things are taking a while to load. Try again?

Loading videos…