Show da banda Dhámma no Área 51 no dia 2 de julho de 2010- 1 - Recriação musical do poema de Augusto de Campos, "O Vivo" - 2 - Lilith.

Durante o poema, ao fundo, colagem com peças musicais de Karlheinz Stockhausen

O Vivo

Não queiras ser mais vivo do que és morto.
As sempre-vivas morrem diariamente
Pisadas por teus pés enquanto nasces.
Não queiras ser mais morto do que és vivo.
As mortas-vivas rompem as mortalhas
Miram-se umas nas outras e retornam
(Seus cabelos azuis, como arrastam o vento!)
Para amassar o pão da própria carne.
Ó vivo-morto que escarnecem as paredes,
Queres ouvir e falas.
Queres morrer e dormes.
Há muito que as espadas
Te atravessando lentamente lado a lado
Partiram tua voz. Sorris.
Queres morrer e morres.

Augusto de Campos

Augusto de Campos:

.uol.com.br/augustodecampos/

Banda Dhámma:

literadhammablog.tumblr.com/

orkut.com.br/Main#Profile?...

facebook.com/pages/Banda-D...

twitter.com/bandadhamma

youtube.com/user/maildhamm...

literadhammablog.tumblr.com/ar...

Loading more stuff…

Hmm…it looks like things are taking a while to load. Try again?

Loading videos…