O livro Espaços Independentes, editado pelo Ateliê 397, com o patrocínio da Funarte e do MinC, via edital Conexão Artes Visuais, é uma publicação que apresenta, documenta e investiga a produção cultural de 5 espaços independentes de arte contemporânea: o Ateliê 397 -São Paulo, SP, o Arquipélago, Florianópolis- SC, o Branco do Olho, Recife -PE, o Atelier Subterrânea, Porto Alegre- RS e o Barracão Maravilha, Rio de Janeiro- RJ.

A publicação dedica um capítulo para cada espaço de arte independente, ou seja, que não são instituições ligadas ao poder público, nem galerias de arte, são espaços geridos e administrados por artistas e/ou críticos e curadores de arte, em diversas cidades brasileiras. O principal foco do livro é construir um panorama que permita ao leitor ver como cada um desses espaços de arte consegue se manter financeiramente, como se relacionam com outros agentes do sistema da arte, e quais as atividades desempenhadas e o público abrangido por suas ações. Qual é a forma de funcionamento desses locais?Que tipo de atividade realizam? Como se inserem na cidade? Como se relacionam com os artistas? Como pensam sua própria atuação? Além disso, reunimos uma documentação fotográficas dos espaços e uma capítulo final, onde mapeamos diversos espaços independentes brasileiros, indicando seus endereços, sites, contatos e atividades.

O livro teve o início de sua produção em junho e foi lançado no dia 11 de novembro de 2010, no Ateliê 397. Na ocasião, houve um debate com representantes de vários espaços independentes que funcionam na cidade de São Paulo, mediado por um coordenador do Ateliê 397. Os espaços convidados que integraram as mesas foram: Beco da Arte, Casa Tomada, Casa Contemporânea e Casa da Xiclet.

Loading more stuff…

Hmm…it looks like things are taking a while to load. Try again?

Loading videos…