Terça-feira dei uma escapada até o Guarujá, para acompanhar Johanes em uma entrevista para a Motoaction de Julho.

O entrevistado Amyr Klink, sempre fã eu não poderia perder essa oportunidade, e já que fui, porque não fotografar o making of da matéria. Quer dizer, mais ou menos, porque a parte do Amyr motociclista eu perdi, pois estava realmente deslumbrada com a beleza do Paratii 2, que já havia fotografado no mar, em Paraty, mas nunca imaginei entrar.
Ao chegar fui surpreendida por mais de 50 crianças entre 5 e 6 anos, de longe ouvi algumas falando em espanhol, de longe vi o uniforme, e não é que eram do Miguel de Cervantes, onde Victor estudou dos 6 aos 17 anos, nossa deu maior saudade de quando ele era pequinininho :)
Mas posso admitir que ele não teve a sorte dessa turminha, conhecer Amyr Klink.
Explicando o motivo deles estarem lá, as filhas do Amyr e Marina, Tamara, Laura e Marininha escreveram um livro, irmasklink.com.br/ Férias na Antártida, que o Miguel selecionou entre outros como leitura das turmas de 1ª e 4ª séries, ou seja, eles foram lá para conhecer in loco o Paratii2, o Amyr e a Marina Klink, papai e mamãe das escritoras do livro que adoraram. E segundo a Monica, professora do Miguel, no dia anterior foram 140 da 4ª série, segundo o Amyr o Paratii2 nunca havia visto uma formiguinha, até… bom Club Social foi proibido, dá para imaginar o motivo rsrs

Pelas fotos das crianças, cheias de expressões, percebe-se como estavam em êxtase, lancharam, andaram, fizeram muuuuuitas perguntas, pulavam no Amyr e foram embora tristes, como se tivessem deixado um super-herói (e por que não?)!
Depois de toda essa energia boa que rolou no Paratii 2, Johanes começou a entrevista, e eu fiquei assistindo de camarote cada resposta do Amyr, cada uma, uma história., histórias de vida, de descobertas, de limites…

Saí de lá muito feliz, por ter decidido dar essa escapada de algumas horas, num dia que eu tinha tanto trabalho, poderão surgir outras oportunidade, mas eu não perdi essa!!!

Para pensar:
""Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu. Para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar do calor. E o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser. Que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver"

(Texto de Amyr Klink)

Amyr Klink: Comandante de embarcarção, Amyr Klink é natural de São Paulo, filho de pai libanês e mãe sueca. Começou a frequentar a região de Paraty (RJ) com a família quando tinha apenas dois anos de idade. Essa cidade histórica do litoral brasileiro é o lugar que o inspirou a viajar pelo mundo. Casou-se em 1996 com Marina Bandeira, com quem tem as filhas gêmeas Tamara e Laura, nascidas em 1997 e a caçula, Marininha, nascida no ano 2000.

amyrklink.com.br/

Paratii 2
Comprimento: 28,6 m
Deslocamento: 100.000 Kg
Previsão: 1.095 dias de viagem
110.000 milhas a navegar
Largura: 8,5 m de largura (boca)
Peso: varia de 75 toneladas a 110 toneladas (cheio)

Help me make the most of
Freedom and of pleasure
Nothing ever lasts forever
Tears For Fears

Loading more stuff…

Hmm…it looks like things are taking a while to load. Try again?

Loading videos…