The Paulista, one of the main avenues in São Paulo, is quite popular for social and political manifestations. Inevitably the path is interdicted and triggers a distinct experience.
On one side are those who claim their rights and on the other are people who were trapped in the traffic.
On stage formed by the empty asphalt, both sides express their complaints.
Tempers flared are lyrically translated into a harmonious choreography of vehicles and passersby, under the dim light of a splendid and ignored afternoon.
A female voice in the background complains about the protest against the Belo Monte dam construction.

A Paulista, uma das principais avenidas de São Paulo, é bastante procurada para manifestações sociais e políticas. Inevitavelmente a via é interditada e inicia-se uma experiência distinta.
De um lado estão as pessoas que reivindicam seus direitos e do outro estão as pessoas que ficaram presas no trânsito.
No palco formado pelo asfalto vazio, os dois lados expressam suas queixas.
Ânimos exaltados são liricamente traduzidos em uma coreografia harmônica de veículos e passantes, sob a luz difusa de uma esplêndida e ignorada tarde.
A voz feminina que se ouve ao fundo comenta a manifestação contra a construção da usina de Belo Monte.

Loading more stuff…

Hmm…it looks like things are taking a while to load. Try again?

Loading videos…