Lá do Leste, do lugar onde a cidade termina (ou começa), chegam rimas, gestos e cores que marcam o espaço. A experiência periférica urbana é a base e o motivo da produção dos artistas de Cidade Tiradentes, que cresceram junto com o distrito paulista e em suas obras dialogam com seus desafios e sonhos. O filme segue a vida e as transformações do street dance, grafite e rap neste lugar considerado o maior complexo de conjuntos habitacionais populares da América Latina, marcado pela exclusão, no qual a população orquestra suas dificuldades com dinâmicas próprias de sociabilidade, moradia, e apropriação do território.

Ficha técnica: NTSC, cor, 44 min, 2010.
Direção, pesquisa e roteiro:Carolina Caffé e Rose Satiko Gitirana Hikiji
Montagem e Roteiro de montagem: Karine Binaux
Direção de Fotografia Rafael Nobre.
Direção de handycam e produção local: Daniel Hylario, Bob Jay e Michelle Fleury.
Produção executiva: Carolina Caffé e Rosana Shimura
Assistente de produção executiva: Alinie Nascimento
Técnico de edição: Ricardo Dionisio
Animação (grafite): Andre Farkas e Arthur Guttilla
Trilha sonora original: Thomas Rohrer
Design sonoro pós produção de áudio: Ewelter Rocha e Mauro Darcio
Colorização: Ricardo Dionisio e Mauro Darcio
Assistente de fotografia: André Peniche
Som direto: Tomires Ribeiro
Arte: Felipe Félix
Assistente de pesquisa e produção: Nathalie Ferreira
Co-Produção: Movie&Art.
Produção: Laboratório de Imagem e Som em Antropologia (LISA-USP); Instituto Pólis e W.S. Produções
Apoio: Etnodoc - Edital de Apoio a Documentários Etnográficos sobre Patrimônio Imaterial; FAPESP
Projetos de pesquisa: Cartovideografia Sociocultural da Cidade Tiradentes: cidadetiradentes.org.br Realização: Instituto Pólis.
“Projeto Temático Antropologia da Performance: Drama, Estética e Ritual”.
Apoio: FAPESP.
Projeto temático “A experiência do filme na Antropologia”.
Apoio: FAPESP.
ladoleste.org
_________________
ENGLISH VERSION: vimeo.com/lisausp/fromoverontheeastside

From the East Side, where the city ends (or begins), come rhymes, colours, and gestures which mark the space. For the artists of Cidade Tiradentes their experience of the urban periphery provides both the basis and motivation for their works. These works dialogue with the challenges and dreams of this São Paulo district that grew as the artists themselves grew up. The film follows the life and transformations of street dance, graffiti and rap in this area, which is thought to be the largest social housing complex in Latin America. In this place, marked by exclusion, the population manage their difficulties with their own particular dynamics of sociability, housing and appropriation of territory.

Loading more stuff…

Hmm…it looks like things are taking a while to load. Try again?

Loading videos…