Dia de praça é dia de sol e molecagem. De crianças e velhos se misturando; um nas rugas dos que ainda as terão. É dia de mendigos e famílias, de dança e mulher bonita. É dia de Porcas no palco. Eu que não tinha nada pra fazer na praça, perdido igual os cachorrinhos vira-latas nos colos das beldades de 20 anos, resolvi fazer algo. Pedi permissão pra trupe de saltimbancos e subi no palco junto. Eu só queria era brincar, pular, transpirar e cantar o refrão enquanto apertava do REC. Eles deixaram. Ainda bem. Porque eu, que já me sentia tão velho, rejuvenesci naquele fim de tarde uns 10 anos. Esse videozinho é só um presente, homenagem de fã. Não representa a banda. Não é nada mais do que arruaça, cambalhota que dei junto, um registro da sensibilidade alucinada desses meninos. Quanto a mim, digo: meus cabelos brancos ainda tão por aqui, mas até nesse dia brinquei com eles. E no fim do show vieram umas meninas e uns meninos tirar foto comigo. Perguntei se tavam de sacanagem... disseram que eu também era artista. Não, respondi sério, mas cheio de sorriso: eu era menino de novo.

Loading more stuff…

Hmm…it looks like things are taking a while to load. Try again?

Loading videos…