Exploramos o sensual pela vulnerabilidade da Marilia Jardim. A sensibilidade que o corpo dela deixa transpassar é de uma vontade sem tamanhos. A maquiagem borrada, a pele tesa de ódios, de quem engole a bola de frustração e precisa descontar de alguma maneira, catalizar a mistura explosiva de rejeição e auto-afirmação. Só pode dar em algo delicioso e errado, muito errado.

papodehomem.com.br/bom-dia-marilia-jardim/

Mecenas: Loja do Prazer
Realização: Monstro Filmes

Agradecimentos especiais: Opium Motel.

Loading more stuff…

Hmm…it looks like things are taking a while to load. Try again?

Loading videos…