Essa é a história da Família Santos Rocha, mas poderia ser de tantas outras, entre as quase 8 mil famílias que irão perder suas moradias, memórias e laços afetivos com seus próximos e com o lugar onde vivem em nome das obras de preparação do Rio de Janeiro para a Copa do Mundo de 2014 e Olímpiadas de 2016.

O ensaio fotográfico “Vila Autódromo, Marcas da Vida”, idealizado pelo fotógrafo JV Santos em parceria com o coletivo Entre Sem Bater, é fruto de um trabalho de conclusão de curso da Escola de Fotógrafos Populares, criada pelo fotógrafo documentarista João Roberto Ripper com o apoio do Observatório de Favelas. Visa realizar um recorte da memória de famílias que moram nesse bairro e estão sofrendo este processo de remoção, que já teve sua data anunciada para o primeiro semestre de 2014.

This is the story of the Santos Rocha Family, but it could belong to any other amongst nearly 8000 that will lose their childhood memories, neighborly ties and homes, simply because they reside in an area that has been decreed belonging to the 2014 World Cup and the 2016 Olympics.

The Photo Essay "Vila Autódromo, Marcas da Vida", Thought and made by the photographer JV Santos in partnership with "Coletivo entre sem bater", is the result of a conclusion work at the School of Popular Photographers, created by the photographer João Roberto Ripper in association with the Observatório de Favela. It aims to achieve a cut of families living memory in this neighborhood which are suffering a removal process, that has had its starting date announced for the first half of 2014.

Loading more stuff…

Hmm…it looks like things are taking a while to load. Try again?

Loading videos…