"Desde há uns anos que escrever a palavra rio, na cidade do Porto, tem outro significado. Pelo menos para uma parte da população desta cidade. Aqui, quero escrever rio no bom sentido. No sentido que corria hoje solidário com um bairro perdido na sua margem. O douro vestiu-se do tom das torres que, apesar de imponentes e quase orgulhosas, caem frágeis. Eu estava ali em Gaia. Entre o Mar Eterno e a Esperança no Futuro, dois barcos presos na margem. No centro um outro barco, de luxo. Não lhe li o nome. Ao seu lado um bote da polícia. Está montado o circo para o prazer de um partido que ruboriza o seu próprio nome - social e democrata - pela sua acção arrogante e catastrófica. Esta é uma semana evidente. É uma semana de luto. Cheia de discursos e acções que manifestam o ódio de classe que o governo nos tem."

12 de Abril de 2013

Loading more stuff…

Hmm…it looks like things are taking a while to load. Try again?

Loading videos…