O Projeto

Simples: Produzir um livro de teoria sobre cores com uma linguagem que agrade tanto ao pessoal que trabalha na área das artes visuais quanto aos que se interessam pelo tema, mesmo que não sejam profissionais da área!

Até hoje fico sonolenta só de pensar na maioria dos livros sobre o assunto que precisei ler, mas não consegui tamanha a “chatice” da linguagem. Estudar sobre as cores não precisa ser chato. Quando penso em CORES, diversão é a primeira palavra que me vem em mente. Acho que está na hora de escrever sobre isso de uma maneira mais descontraída, não deixando de também ser profunda.

Eu percebo que o estudo das cores costuma ser negligenciado, apesar delas serem o aspecto mais importante em qualquer trabalho visual. Antes de focar a imagem e interpretar as palavras (seja em um filme, em um anúncio impresso ou nos quadrinhos), os borrões de cores são os primeiros absorvidos pelos olhos humanos. Como combiná-las? Como transmitir sentimentos através delas? Como harmonizá-las e encantar o olhar do espectador?

Os assuntos que vou tratar interessam aos designers gráficos, arquitetos, diretores de arte, publicitários, diagramadores, quadrinistas, ilustradores ou a qualquer um que se interesse pelo tema.

Para aqueles que quiserem ver um exemplo de como será o estilo do conteúdo do livro, podem visitar meus antigos posts no site riocomicon.com.br/author/cris-peter/

O valor arrecadado vai ser usado para a produção do livro. Quanto mais conseguirmos arrecadar, mais podemos investir na qualidade dele!

Equipe:

Cris Peter, a desastrada: Idealizadora do projeto! Montou esse time pra conseguir se organizar e sair da rotina de 13 anos colorindo quadrinhos para editoras norte-americanas. Porto-alegrense, nascida em 15 de Junho de 1983, formada em Publicidade e Propaganda pela PUC-RS, trabalha com editoras como Dark Horse, DC Comics e Marvel Comics. Dentre os personagens que já coloriu, incluem-se Superman, Batman, Justiceiro, Capitão América, Quarteto Fantástico, X-men, entre outros. Coloriu a graphic novel “Casanova”, dos gêmeos Gabriel Bá e Fábio Moon, que lhe rendeu uma indicação ao Eisner Awards (o Oscar dos quadrinhos) em 2012, e fez as cores da arte de Danilo Beyruth na primeira Graphic MSP da Maurício de Sousa Produções: “Astronauta: Magnetar”. Portfólio e contato em crispeterdigitalcolors.com

Ariane Rauber, a diagramadora: Deslumbrada com o mundo freela, ela deixou o escritório de design de lado para fazer o que mais ama... empinar pipas (mentira)! Nascida em 9 de junho de 1984, em Porto Alegre, formada em Publicidade e Propaganda pela UFRGS e mais uma cambada de especializações, Ari ama fotografia, design gráfico e livros. Aguenta Cris Peter desde seus 15 anos, quando a conheceu no colégio! Nunca pensou que seria arrastada para o mundo dos quadrinhos novamente, mas aqui está! Boa sorte, Ari!

Marina Garcia, a RP: refugiada do mundo da secretaria odontológica, descobre que é a mesa digitalizadora mais rápida e detalhista do oeste! Nascida em Porto Alegre em 18 de novembro de 1983, é sem sombra de dúvidas a flatter mais rock’n’roll que existe (levando em conta que ela canta profissionalmente, óbvio). Também começou a aturar Cris Peter desde cedo, mal sabia ela que viria a trabalhar com quadrinhos. Mais uma para o time! Marina é tipo super-herói, tem duas vidas, de dia coloca cores base para páginas de quadrinhos para Cris Peter e Marcelo Maiolo, e a noite vira cantora nos bares de PoA.

Loading more stuff…

Hmm…it looks like things are taking a while to load. Try again?

Loading videos…