O regente britânico Frank Shipway interpretou ao lado da Orquestra nesta manhã em ensaio aberto ao público a "Sinfonia Doméstica" do compositor Richard Strauss.

A "Sinfonia Doméstica" é uma das obras mais cativantes de Strauss. Embora possua um único movimento contínuo, é possível distinguir nela as diferentes partes de uma sinfonia: uma introdução, um “Scherzo”, um “Adagio” e um “Finale”. De bela orquestração e humor leve, a peça narra, musicalmente, um dia na vida de um homem de família.
A obra, finalizada em 1904, é dividida em temas e o primeiro deles é refente ao próprio Strauss. O tema reúne motivos curtos, marcados por mudanças de humor que podem ser encontradas no violoncelo, no oboé, nos clarinetes, nas cordas e no trompete. O tema de sua esposa, Pauline, tem as três primeiras notas de seu tema invertidas a partir do tema de Strauss. Já o terceiro, dedicado a criança, é introduzido por um solo de oboé, e é tratado como canção folclórica, em uma composição para sopros e viola.

A obra será interpretada nos concertos de hoje e amanhã, 21h, e sábado, 16h30. O programa inclui ainda a "Abertura Rosamunde, D 644" e "Rosamunde, D 797: Música de Balé", ambas de Franz Schubert.
Saiba mais sobre o programa: osesp.art.br/portal/concertoseingressos/concerto.aspx?c=2559

Loading more stuff…

Hmm…it looks like things are taking a while to load. Try again?

Loading videos…