Alberto Carneiro (São Mamede do Coronado, 1937) é um dos artistas que, nas décadas de 1960--70, abriram novos caminhos para a prática artística em Portugal. Tem vindo a desenvolver uma singular relação entre a arte e a natureza. Toda a produção artística de Alberto Carneiro se confunde com a sua própria vida e com as reminiscências do meio onde nasceu e cresceu e se descobriu como artista e criador.

Para Alberto Carneiro, a presente exposição é um manifesto, cuja ideia central é a demonstração de que a arte é o artista e também o espectador. Concebida como uma unidade especificamente criada para os espaços de Serralves, a mostra é composta, na sua maioria, por obras inéditas criadas a partir de raízes e troncos de laranjeiras, oliveiras, bambus e vides, sempre acompanhadas de vidros ou espelhos com textos que, para além de realçarem a importância da palavra na obra de Alberto Carneiro, envolvem o espectador através do seu reflexo: o "teu ser imaginante". As obras são assumidas como "momentos", reiterando o facto do percurso do espectador ocorrer não só no espaço como também no tempo.

Produção: Fundação de Serralves

loufai.com/

Loading more stuff…

Hmm…it looks like things are taking a while to load. Try again?

Loading videos…