Cell phone video edited in multiple layers, 2009. This video seeks to intervene on the look of the landscape. He builds a barrier to a ordinary visual motion that appears on the horizon of the landscape / perspective. The time fragmentation on the image brings out the verticality, which creates a materiality on the surface of the video. The depth and horizontality of the landscape are uneven. Formed the intervention of the view. The time changes the space and makes a new image, more liquid, materialized and unreal. The sound is a translation of the proceedings before the image. Excessive uptake of wind that blows on the face exposed to the microphone. Video nominated for the VivoArteMov Festival 2009 (artemov.net)
Vídeo de celular editado em múltiplos layers. Este vídeo busca intervir no olhar sobre a paisagem. Ele é a construção de um obstáculo visual ao ordinário movimento que surge no horizonte da paisagem/perspectiva. A fragmentação do tempo da imagem faz emergir uma verticalidade, ou seja, cria uma materialidade na superfície do vídeo. A profundidade e a horizontalidade da paisagem ficam desniveladas. Forma-se a intervenção do olhar.
O tempo altera o espaço e monta uma nova imagem, mais líquida, matérica e irreal. O som é tradução do processo submetido à imagem. Uma excessiva captação do vento, que explode na face exposta do microfone. Video indicado ao Festival VivoArteMov 2009 (artemov.net)

Loading more stuff…

Hmm…it looks like things are taking a while to load. Try again?

Loading videos…