Para enganar os olhos é preciso seguir as leis da natureza. Repare na direção das luzes da mata e do Lenine. Depois lembre que essa floresta é na verdade uma maquete feita com Bonsais, medindo 6 x 6 metros mas que deveria parecer um lugar com escala real.
As partículas que voam são plumas que foram cortadas em pequenos pedaços e depois jogadas ao vento de um ventilador no estúdio.
A cor estranha foi o penúltimo passo. Procurávamos um resultado original que fosse ao mesmo tempo onírico e misterioso, encontramos isso nessa mistura de roxos com verdes.
Por fim adicionamos movimento de câmera na mão da maneira mais natural possível: filmamos (com a câmera na mão obviamente) um ponto na parede e aplicamos o movimento desse ponto às composições.

Loading more stuff…

Hmm…it looks like things are taking a while to load. Try again?

Loading videos…