Produção: tostão furado
Realizador: Marco Pereira

> As mudanças de paradigmas a que Portugal se tem adaptado para equilibrar a sua economia, revertem-se num empobrecimento da classe produtiva. Como consequência, relativamente a situações mais fragilizadas, estas alterações, mesmo que estreitamente necessárias para a estabilidade do país, têm tendência para reverter-se numa nova realidade dentro dos parâmetros da marginalização. Numa sociedade em que a economia rege a maioria das suas relações sociais, a prevenção deste estado é essencial para a garantir a segurança pública e uma maior produtividade económica visto que, por exemplo, no caso de um sem-abrigo a sua condição é dificilmente reversível. Porém, todo o ser humano tem o direito à vida e tem que beneficiar das condições mínimas de sobrevivência. O que representa para o estado um investimento sem retorno. O investimento deveria prestar-se no início da estruturação da vida (Educação) e não numa última etapa onde não existem as condições necessárias nem a força da juventude para uma reviravolta.

Loading more stuff…

Hmm…it looks like things are taking a while to load. Try again?

Loading videos…