Em ensaio aberto na Sala São Paulo a Orquestra interpretou, sob a batuta do regente associado Celso Antunes, a co-encomenda com Staatskapelle Dresden para a compositora russa Lera Auerbach, "Post Silentium".

"Escrever o Réquiem Para Dresden - Ode à Paz [composto em memória dos mortos no bombardeio final da cidade de Dresden, nos últimos meses da Segunda Guerra Mundial] foi um evento extraordinário na minha vida. Eu o senti em sua plena intensidade, e isso exigiu muito de mim. No processo de seleção dos textos e de escrita da música, tive que me abrir totalmente para absorver e processar a brutalidade, a violência, a dor e a tragédia da guerra — passada e presente.
Post Silentium, a primeira peça escrita após o Réquiem, é, talvez, a minha reflexão e reação pessoal a esse processo. Se é uma obra espiritual também? Toda música é espiritual se escolhemos considerá-la dessa maneira.
A orquestração se inspira na Sinfonia nº 6, de Prokofiev, um compositor que teve grande influência sobre mim nos primeiros anos de minha carreira. Hoje, penso que ele é ainda mais fascinante como pessoa. Seus diários são extraordinários. Acredito que todos os músicos deveriam lê-los a fim de entender melhor o que significa ser um compositor."
Nota de programa da compositora Lera Auerbach publicado na 7ª edição da Revista Osesp 2013 (nov-dez).

O concerto inclui ainda da compositora russa Lera Auerbach a "Sinfonia nº 2 - Réquiem Para um Poeta" e a "Fantasia em Fá Menor, Op.18 - A Tempestade" de Tchaikovsky. Saiba mais sobre o programa: osesp.art.br/portal/concertoseingressos/concerto.aspx?c=2581

j vimeo.com/80568250

Loading more stuff…

Hmm…it looks like things are taking a while to load. Try again?

Loading videos…