Grupo Risco

Joined
Brasil

User Stats

Profile Images

User Bio

Grupo de estrutura horizontal e coletiva, formado em 2004 por então alunos da graduação do curso de Arquitetura e Urbanismo da Unicamp, baseou sua atuação em ações nas esferas da arquitetura, da política urbana e da arte, mantendo sempre algum tipo de simbiose com movimentos sociais de luta por moradia, a força motriz que alavancou os questionamentos e as ações do grupo.

Partindo dessa idéia, se aproximaram dos movimentos de Luta por Moradia de São Paulo e sairia daí o contato direto com os problemas da habitação. Fizeram uma primeira aproximação com a FLM (Frente de Luta por Moradia), entrando em contato com a ocupação Plínio Ramos, localizada no centro de São Paulo, do MMRC (Movimento de Moradia do Centro). O objetivo inicial era assessorar a ocupação tecnicamente, porém a reintegração de posse foi expedida e cumprida com extrema violência policial. O grupo decidiu apoiar a resistência dos moradores e registrou em vídeo os acontecimentos do despejo. A edição do material gerou um pequeno vídeo Com quantos quilos de medo se faz uma tradição? (veja aqui no canal) de denúncia da força do Estado contra a população.

Na universidade, o vídeo teve uma relevante repercussão, levantando questões sobre o direito à moradia e à cidade. Além disso, também foi organizada, em conjunto com o CACAU (Centro Acadêmico do Curso de Arquitetura e Urbanismo), a V Semana de Arquitetura da Unicamp, com a presença do Prof. Flávio Villaça, membros do coletivo de arquitetos Usina e lideranças dos grupos de Direito à Moradia, onde os alunos puderam discutir ainda mais esse assunto.

Após a ocupação Plínio Ramos, atuaram junto à Prestes Maia, do MSTC (Movimento Sem Teto do Centro), também vinculada à FLM, sobre a qual produziu um vídeo. Ampliou sua participação junto a outros movimentos, como o MTST (Movimentos dos Trabalhadores Sem Teto) em Campinas (Ocupação Frei Tito) e Sumaré (Acampamento Zumbi dos Palmares) e MST (Movimento dos Trabalhadores sem Terra) em Campinas (Ocupação Elisabeth Teixeira), dando continuidade à assessoria técnica e audiovisual.

Para além da luta por moradia, o Grupo elaborou o projeto arquitetônico da Cooperativa de separação de materiais recicláveis, na periferia de Campinas - SP, junto às cooperadas e à ITCP-Unicamp (Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares). Também realizou estudo arquitetônico para o cineclube do Instituto Pólis, no térreo do edifício sede do instituto. Ambos projetos não foram construídos.

O rebatimento da atuação do grupo junto aos movimentos sociais dentro da universidade continua acontecendo, com a produção de duas monografias de graduação na Unicamp e duas dissertações de mestrado na USP.

Dal'Bó André, Luta social e produção da cidade. Dissertação de mestrado IAU USP 2013

RAMOS Diana Helene, guerra dos lugares nas ocupações de edifícios abandonados do centro de São Paulo. Dissertação de mestrado FAU USP 2009 (In: teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16139/tde-12082010-131844/fr.php)

External Links