O trabalho Entupidamente Gravida vem para questionar, de
maneira poeticamente literal, esses segundos onde conseguimos nos
perceber e reconhecer essa bagunça que se transformou o homem
contemporâneo.
Baseado no estudo do texto “corpo sem órgãos” do livro Mil
Platos, de Gilles Deleuz e Félix Guatarri, o trabalho vem apontar um
corpo que é uma tentativa de organismo tentando se organizar como
tal e falhando.
O trabalho então traz uma gravidez de ideias, pensamentos,
em fim uma gravides de si mesmo, que não pode ser parida pois
as passagens foram obstruídas. Nada entra e nada saí, o dentro e o
fora do corpo fica bem definidos, sem possibilidade de troca, sem
possibilidade de acordo.
E nao é assim que tratamos a nós mesmos? como corpos
fechados que nao se fundem com os hambientes nem com as
pessoas? Nos fechamos para o mundo e ficamos entupidos de nós
mesmos, depois reclamamos a solidão.

conceito e perdomance isadora frost
video livia massei e paula esteves

Loading more stuff…

Hmm…it looks like things are taking a while to load. Try again?

Loading videos…