As designações de Património Mundial da UNESCO e cidade-museu de Portugal são tanto uma bandeira como são um entrave ao design gráfico eborense. Apesar disso, um gabinete de design conseguiu, em apenas dois anos, o título de maior empresa intra-muralhas de Évora. Também apesar disso, há em Évora gabinetes de design de comunicação desde os anos 80, em parte graças a Rui Belo, sócio fundador da Milideias. Falámos com ambos os gabinetes, e percebemos melhor o que faz de Évora uma das capitais do design gráfico periférico português. Brevemente, em dizer.de/sign

Loading more stuff…

Hmm…it looks like things are taking a while to load. Try again?

Loading videos…