Para marcar o início das atividades do segundo semestre de 2011 , a FaTeo teve a oportunidade de conhecer a tese de doutorado defendida pela professora Suely Xavier, por meio da Aula Magna intitulada: “Imanuel e Espírito de Iahweh: leitura e releitura do messianismo em Isaías”.

A tese da professora Suely é que, na concepção messiânica do profeta Isaías, há uma ruptura com a instituição monárquica em exercício, como detentora do projeto messiânico. “Há a proposta de um messianismo fora das instâncias de poder”, ela explica. Segundo a professora Suely, no Messias Criança de Isaías nasce uma nova idéia de messianismo: se antes o messias era o guerreiro, o rei poderoso, agora ele passa a ser uma criança frágil.

Apesar de estar na corte, inserido na estrutura, Isaías rompe com o poder. Ele demonstra sua insatisfação com o rei em exercício e um sistema de desigualdade e injustiça social. “Os monarcas judaístas pós-Davi governaram sob a idéia de um messianismo institucional. O Messias é o Rei. O carisma é institucionalizado, transformado em cargo. Para Isaías, contudo, Imanuel vem para inaugurar um novo tempo. A ruah de Javé é quem vai dotar esta criança de carisma”. Assim, o Messias Criança do profeta Isaías é contrário à guerra e a favor dos injustiçados e despossuídos. “Ele deixa de ser ungido para a guerra e passa a ser ungido para um Reino de Paz”.

Loading more stuff…

Hmm…it looks like things are taking a while to load. Try again?

Loading videos…