PROJECTO 322

Gravado a 18 de Novembro de 2011 na Universidade do Algarve,Faro.

Realização: Marina Rodrigues e Sofia Afonso
Som: Mariana Rodrigues e Sofia Afonso com assistência de Jaime Reis.

Canon 5d
Canon 7d
Beyer Dynamic
2 RODE NT5

Peça por Ana Telles.

A pianista portuguesa Ana Telles estudou em Lisboa, Nova Iorque e Paris, tendo obtido o grau de Bachelor of Arts (Piano Performance) na Manhattan School of Music e o de Master of Musical Arts (na mesma especialidade) na New York University. Estudou com Yvonne Loriod-Messiaen, Sara D. Buechner, Nina Svetlanova, Dmitry Paperno, Sequeira Costa e Alicia de Larrocha (Piano), bem como Isidore Cohen e Sylvia Rosenberg (Música de Câmara), entre outros.
Em Junho de 2003, obteve o Diploma de estudos aprofundados (D. E. A.) em História da Música e Musicologia na Universidade de Paris IV - Sorbonne (França) com a mais elevada classificação. Em Janeiro de 2009 defendeu a tese de Doutoramento subordinada ao tema: “Luís de Freitas Branco (1890-1955): parcours biographique et esthétique à travers l'œuvre pour piano” na mesma universidade, em cotutela com a Universidade de Évora, sob a orientação de Danièle Pistone e Rui Nery, tendo obtido a classificação máxima.
Ana Telles tem tocado como solista e integrada em grupos de música de câmara em Portugal, Alemanha, França, Itália, Irlanda, Polónia, Cuba, Brasil, Taiwan, Coreia do Sul e E.U.A. Tocou em salas prestigiadas tais como a Salle Cortot (Paris), o Grande Auditório de Dijon (França), o Borden Auditorium (Nova Iorque, E.U.A.), a Sophiensaele (Berlim), o Grande e o Pequeno Auditórios da Fundação Calouste Gulbenkian, o Grande Auditório da Culturgest e o Pequeno Auditório do Centro Cultural de Bélem, entre outras. Tem também participado em festivais tais como International Computer Music Conference (2001), Jornadas Nova Música (Aveiro, 2001), Música Viva (Lisboa, 2002, 2007, 2008, 2009), I Festival de Alcácer (2003), Festival Internacional de Música de Aveiro (2004), Festival «Colla Voce» (Poitiers, França, 2004), Ciclo Jovens Intérpretes (Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, 2006), 26º Festival “Música em Leiria (Leiria, 2008), Festival “Música portuguesa hoje” (Lisboa, 2008), Festival “Outono de Varsóvia” (Polónia, 2008).
Em Agosto de 2002 foi solista com a Orquestra Sinfónica Nacional de Taiwan numa tournée realizada nesse país. Foi também solista com as orquestras Gulbenkian, Metropolitana de Lisboa, Filarmonia das Beiras, Clássica da Madeira, Tutti de Levallois, Orchestre de Flûtes Français (Paris, França), dos estudantes do Conservatório de Dijon (França), Nuova Amadeus (Roma, Itália), e ainda com a Banda Sinfónica da Guarda Nacional Republicana.
É Professora Auxiliar da Universidade de Évora.

Jaime Reis, nascido em Dezembro de 1983, iniciou os seus estudos musicais em Seia aos cinco anos com o etnomusicólogo António Tilly. Começou a compor aos 12 anos tendo estudado nos Conservatórios de Seia e de Viseu. Entre os 17 e os 22 anos conclui a licenciatura em ensino de música, na Universidade de Aveiro, onde estudou composição e música electrónica com Isabel Soveral e João Pedro Oliveira. Terminou o curso de doutoramento em Ciências Sociais, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, onde é aluno do doutoramento em Ciências Musicais orientado pelos professores Salwa Castelo-Branco e Emmanuel Nunes, cujos seminários de composição frequenta regularmente desde 2003 a par de outros cursos, nomeadamente, com Karlheinz Stockhausen.
Foi premiado em concursos de composição, seleccionado para edições do Workshop Gulbenkian para Jovens Compositores Portugueses, ICMC 2005 (Barcelona), recebeu da Universidade de Aveiro duas bolsas por mérito (2005 e em 2006) e a bolsa da Fundação Engenheiro António de Almeida, por ter sido o melhor aluno a concluir a sua licenciatura em 2006.
Para além do seu trabalho enquanto compositor, tem desenvolvido actividades como: direcção artística do festival Dni Muzyki Portugalskiej w Krakowie e do Festival Dias de Música Electroacústica; conferências (Universidade de Aveiro, Academia de Música de Cracóvia, Escola Superior de Turismo e Telecomunicações de Seia, Universidade de Woosuk – Coreia do Sul, Keio University - Tóquio, SciencesPo - Le Havre, UNICAMP - Campinas, UFBA - Salvador na Bahia, UFJF - Brasil, Cursos Stockhausen 2009 – Kürten, 42. Darmstadt Internationale Ferienkurse für Neue Musik, International Summer School of Systematic Musicology, e.o.); sonorização de documentários e apresentações multimédia; residências artísticas (Miso Music Portugal, Visby International Centre for Composers); investigação no Instituto de Etnomusicologia – centro de estudos de música e dança (INET-md); docência em escolas como o Inst. Piaget - Almada, FCSH-UNL, EMNSC e docência e direcção pedagógica no Conservatório de Música de Seia.
A sua música tem sido apresentada em Portugal, e.o., no Festival Música Viva e Festival de Música de Aveiro, na Polónia, Túrquia (Ankara), França (Synthèse 2005, Bourges; Uni. de Paris VIII, 2007), Brasil (Unicamp, UFJF, UFBA - onde esteve como compositor convidado para seminários de composição, conferências e concertos, 2010, UFMG - onde esteve como compositor convidado para seminários de composição, conferências e concertos, 2011), Áustria (Hörfest 05, Graz), onde esteve como compositor convidado para a estreia da sua peça Lysozyme Synthesis, Bélgica (Gent, 2006), onde estreou uma peça encomendada pela Logos Foundation. Recentemente, recebeu encomendas da UFT/INATEL e do Grupo de Música Contemporânea de Lisboa.

Loading more stuff…

Hmm…it looks like things are taking a while to load. Try again?

Loading videos…