Forma de ver reflete a relação entre a dança contemporânea, a comunicação Bliss e o audivisual, dentro da parcialidade de movimento dos dançarinos.
Considerando a deficiência como a antítese cultural do corpo saudável e apto, surge a questão sobre o que acontece quando uma pessoa com deficiência se apresenta no papel de dançarino.
Pode a integração de corpos deficientes na dança contemporânea resultar numa ruptura das pré-concepções das habilidades sobre o profissional da dança?
Coreografia Marcos Abranches

Loading more stuff…

Hmm…it looks like things are taking a while to load. Try again?

Loading videos…