O deputado Vanderlei Macris (SP) defendeu o fim do 14º e 15º salários e do voto secreto. O tucano ressaltou a importância da votação das matérias até mesmo para melhorar a imagem do Parlamento. “É inadmissível que os parlamentares continuem recebendo o 14º e 15º.”

Loading more stuff…

Hmm…it looks like things are taking a while to load. Try again?

Loading videos…