Imãs de geladeira em biscuit, quadrinhos e capas de discos de heavy metal foram os elementos primários a influenciar a produção de Aldrin Booz. Nesse meio-tempo, as obras do jovem artista plástico e professor se desenvolveram com uma poética especial, depois que ele viveu (e superou) um quadro clínico de depressão.

Quando Booz se viu sofrer e "morrer", percebeu a necessidade dessa experiência para alcançar um patamar mais elevado de espiritualidade. Decidiu, pois, que representaria em suas esculturas essa angústia que antecede uma renovação, por meio de figuras fisicamente degradadas - e tecnicamente muito bem construídas.

Na entrevista, o artista fala sobre a morte simbólica representada em suas obras, ancestralidade e sua preferência pela arte figurativa. Conheça mais sobre Aldrin e sua obra em http://aldrinbooz.carbonmade.com.

Para mais vídeos, acesse Histórias

Direção: Sérgio Júnior
Imagens: Sérgio Júnior
Produção: Amanda Branco
Reportagem: Duanne Ribeiro
Edição e finalização: Sérgio Júnior

Trilha sonora gentilmente cedida por: Pasta Groove a.k.a. Paolo Garcia
Faixas: Introduction (of the spirits) e End of an Ice Age
Álbum: Kometa
Release: Dub Temple Records

Agradecimentos: Kauê Moda e Duanne Ribeiro

# vimeo.com/87048519 Uploaded 444 Plays 0 Comments

Follow

Histórias

Sérgio Júnior

Vídeo e fotografia
contato@sergiojunior.net
55-11-968-697-017

Shout Box

Heads up: the shoutbox will be retiring soon. It’s tired of working, and can’t wait to relax. You can still send a message to the channel owner, though!

Browse This Channel

Channels are a simple, beautiful way to showcase and watch videos. Browse more Channels.