guto

Joined
Rio de Janeiro

User Stats

Profile Images

User Bio

Perigoso bandoleiro, outrora fora cúmplice de Lampião, escapando do flagelo da degola, com Che guevara e outros irmãos latinos, fez parte da resistência contra o sistema, onde anos mais tarde veio a fazer parte da gangue de motociclistas, que apavorou todo continente com suas brigas, badernas, garrafas de cerveja voando pelo salão e mocinhas molestadas por toda sua trupe. Para fugir do regime patriarcal, resignou-se a uma vida celibatária e cheia de privações. Sempre foi muito religioso, sabia todos os versículos doVelho ao Novo Testamento, tendo esquecido todos nos porres da sacristia junto com os noviços. O cardeal era o mais filha da puta, vivia trazendo beatas sacanas para se confessar. Ajoelhou.. bem, todo mundo sabe o resto da história.Muitos diziam que daria para um bom padre. Dito isso largou a batina e deu um belo murro no corno que proferiu esse papo de dar para alguém. Fugiu do regime militar e de todos os outros. Ostentando agora fartos três dígitos na balança. Dizem que costuma atuar nos arredores da Lapa, Catete, alguns bares de Botafogo e tem se esquivado nos arredores do bairro Peixoto. Diz-se até, fora visto caminhando do Humaitá em direção ao Jardim Botânico, onde supõe trabalhar em uma agência de propaganda, fato logo desmentido por autoridades locais, pois ninguém conhecia esta alcunha. Contudo, apesar das semelhanças, este destemido revolucionário do movimento do copo de cerveja em direção à goela não é, e nem pode, em momento algum ser confundido com a minha pessoa, uma vez que nem mesmo, aos meus distintos parentes também não o reconhecem como parte da mesma prole, que provém de bucaneiros espanhóis, imperadores romanos e um simpático senhor proveniente de Bicas, cidade pacata do interior de Minas Gerais. Aos amigos que aqui passarem não se confundirem a despeito da credibilidade deste que vos fala, pois Carlos Senra nunca foi e nem tão pouco será admitido com algum parentesco ou semelhança ao Guto, personagem folclórico e já conhecido de outros carnavais.

Relutando muito, depois de tanto tempo, resolveu fazer este registro do meu passado promíscuo e cheio de podridão, colocar neste pequeno espaço um pouco, só a cabecinha da minha ilustre pessoa, que por mais modéstia que seja nunca vai passar de um grande borra botas.

O espírito intrépido deste ser que vos fala fez primeiro e segundo grau, mas se soubesse que a faculdade ia ser a festa que não foi não teria levado tudo tão a sério. Contudo, o espírito empreendedor correu atrás do tempo perdido e resolveu assumir que se no futuro boa coisa não fosse dar, se alguém desse que desse de preferência a mim, neste corpo cheio de energia e potencial criativo. Avisei em casa que seria publicitário, porque era macho demais para virar ator e nunca foi viado suficiente para ser qualquer outra coisa, até porque para dar o cu o cara tem que ser muito macho, sabe, e não ter o menor apego ás pregas. Eu tenho às minhas.

Daí em diante, de Volta Redonda para o resto do mundo todo que já rodei, construí meu império de revistas velhas dentro de uma geladeira que virou armário, memórias nubladas de churrascos e bebedeiras afins, tímpanos destruídos pelo rock n roll, coxas bem torneadas e um físico de dar inveja a qualquer kibe.

Me meto a escritor, de vez em quando, mas como isso ainda não ganha o meu pão, cerveja ou cigarros, melhor viver de um profissão digna e orgulha o povo lá na minha terra. Não, não virei puta não, embora tenha puta ganhando mais do que eu, e ser produtor gráfico não foi uma opção, simplesmente aconteceu em meados da minha vida dentro de uma agência de propaganda. Gosto das coisas do meu jeito, sou teimoso, exigente, inconveniente, escatológico, leal e ainda por cima educado, porque a família gastou um burro de um dinheiro para que eu virasse um bom cidadão. Felizmente foi um dinheiro bem gasto, nunca vou me esquecer dos porres homéricos com a turma do colégio nos churrascos de final de semana e a farra que foram os primeiros períodos da faculdade. Sem isso eu nada seria.

É fácil perceber o meu gosto apurado pela música popular brasileira, bem como os ritmos cubanos e claro, o samba como não poderia deixar de ser. Os cabelos grandes e a leve semelhança da barba com um vocalista que foi roadie de Jimmy Hendrix é uma mera coincidência, na verdade meu nome de guerra é Talita Paulada, atendo a viúvas abastadas e equipes de hóquei no gelo a preços módicos, meu segundo emprego.

Acho que é mais ou menos isso, o resto é puro Photoshop, mentiras deslavadas de um grupo de redatores que escrevem para mim nos meus blogs e uma propaganda muito feita nos redutos da moda, boates underground e outros grupos de risco suspeitos.

External Links

Following

  1. kogonada
  2. Riologia
  3. Variable
  4. Rugby TV
  5. I Hate Flash
  6. TRÊS FILMES
  7. Amplificador
  8. Samcro Blogger
  9. Seven del Plumazo
  10. Ozstranhos Band
  11. Betho Alves

Featured Videos

Recently Uploaded

+ See all 5 videos

Recent Activity