1. Álvaro de Campos - Pessimista

    06:56

    from João Pedro Pinheiro / Added

    86 Plays / / 0 Comments

    ÁLVARO DE CAMPOS - PESSIMISTA reúne alguns dos mais conhecidos poemas de Álvaro de Campos, heterônimo de Fernando Pessoa, durante sua fase decadentista. Curta-metragem produzido como atividade extraclasse na disciplina de Literatura. Sem fins lucrativos.

    + More details
    • Galgar com tudo por cima de tudo

      03:55

      from A vida é um sonho? / Added

      146 Plays / / 0 Comments

      Sinopse: O mecânico, engenheiro ou o poeta é tomado por uma personagem à procura de si mesmo no seu mais íntimo desejo de poder exprimir-se. Na verdade essa personagem é uma mulher e não um homem com se poderia imaginar. Ofélia, uma mulher que germina dum desejo lascivo e num conflito interno que encontra satisfação nas máquinas, na fábrica onde usa o seu lado sensual e sexual. Uma alma perdida proveniente das metamorfoses a que foi sujeita. Podia ser a alma de cada um de nós. Ficha artística e técnica Vídeo/realização: João Rosa Texto: Fernando Pessoa e Álvaro de Campos Versão cénica e encenação: João Rosa Interpretação: Catarina Gonçalves Voz Off: João Rosa Cenografia, figurino e luz: João Rosa Produção: Oficinas de Teatro Lisboa Assessoria de imprensa: Rosária Silva e Teresa Costa Classificação etária: M/12 Facebook: https://www.facebook.com/galgarcomtudoporcimadetudo Webpage: www.joaorosaoficinasteatro.wordpress.com Contactos: producoesteatrais2@gmail.com | Tel: 93 823 85 65

      + More details
      • Esta velha angústia

        03:17

        from Pilotto Studio / Added

        336 Plays / / 0 Comments

        A short film directed by Felipe Pilotto. Starring Linn Jardim. ..."Pois o que é tudo, senão o que pensamos de tudo..." Fernando Pessoa (Álvaro de Campos) ..."For what it is everything, but what we thought of everything..." Fernando Pessoa. (Álvaro de Campos) ..."Pour ce que c'est tout, mais ce qu'on pensait de tout..." Fernando Pessoa. (Álvaro de Campos) ..."Per quello che è tutto, ma ciò che ha pensato a tutto..." Fernando Pessoa. (Álvaro de Campos) ..."Für das, was es ist gedacht, aber das, was er an alles gedacht..." Fernando Pessoa. (Álvaro de Campos)

        + More details
        • InVersos: Álvaro de Campos - Todas as cartas de amor são ridículas

          01:57

          from InVersos / Added

          132 Plays / / 2 Comments

          Todas as cartas de amor são Ridículas. Não seriam cartas de amor se não fossem Ridículas. Também escrevi em meu tempo cartas de amor, Como as outras, Ridículas. As cartas de amor, se há amor, Têm de ser Ridículas. Mas, afinal, Só as criaturas que nunca escreveram Cartas de amor É que são Ridículas. Quem me dera no tempo em que escrevia Sem dar por isso Cartas de amor Ridículas. A verdade é que hoje As minhas memórias Dessas cartas de amor É que são Ridículas. (Todas as palavras esdrúxulas, Como os sentimentos esdrúxulos, São naturalmente Ridículas.) Álvaro de Campos

          + More details
          • "Sonhatório/Dreamatorium" na Casa Fernando Pessoa

            01:41

            from Câmara Municipal de Lisboa / Added

            A Casa Fernando Pessoa assinalou o Dia Mundial da Poesia, dia 21 de março, com a inauguração da sala multimédia "Sonhatório / Dreamatorium", no terceiro piso do edifício. Veja o desenvolvimento da noticia em: http://www.cm-lisboa.pt/noticias/detalhe/article/casa-fernando-pessoa-sonhatoriodreamatorium

            + More details
            • InVersos: Álvaro de Campos - Poema em linha recta

              03:12

              from InVersos / Added

              57 Plays / / 0 Comments

              Nunca conheci quem tivesse levado porrada. Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo. E eu, tantas vezes reles, tantas vezes porco, tantas vezes vil, Eu tantas vezes irrespondivelmente parasita, Indesculpavelmente sujo, Eu, que tantas vezes não tenho tido paciência para tomar banho, Eu que tantas vezes tenho sido ridículo, absurdo, Que tenho enrolado os pés publicamente nos tapetes das etiquetas, Que tenho sido grotesco, mesquinho, submisso e arrogante, Que tenho sofrido enxovalhos e calado, Que quando não tenho calado, tenho sido mais ridículo ainda; Eu, que tenho sido cómico às criadas de hotel, Eu, que tenho sentido o piscar de olhos dos moços de fretes, Eu que tenho feito vergonhas financeiras, pedido emprestado sem pagar, Eu, que, quando a hora do soco surgiu, me tenho agachado Para fora da possiblidade do soco; Eu que tenho sofrido a angústia das pequenas coisas ridículas, Eu que verifico que não tenho par nisto tudo neste mundo. Toda a gente que eu conheço e que fala comigo, Nunca teve um acto ridículo, nunca sofreu um enxovalho, Nunca foi senão princípe - todos eles princípes - na vida... Quem me dera ouvir de alguém a voz humana, Quem confessasse não um pecado, mas uma infâmia; Que contasse, não uma violência, mas uma cobardia! Não, são todos o Ideal, se os oiço e me falam. Quem há neste largo mundo que me confesse que uma vez foi vil? Ó princípes, meus irmãos, Arre, estou farto de semideuses! Onde é que há gente no mundo? Então sou só eu que é vil e erróneo nesta terra? Poderão as mulheres não os terem amado, Podem ter sido traídos - mas ridículos nunca! E eu, que tenho sido ridículo sem ter sido traído, Como posso eu falar com os meus superiores sem titubear? Eu, que tenho sido vil, literalmente vil, Vil no sentido mesquinho e infame da vileza. Álvaro de Campos

              + More details
              • InVersos: Álvaro de Campos - Ah a frescura na face de não cumprir um dever

                02:24

                from InVersos / Added

                90 Plays / / 0 Comments

                Ah a frescura na face de não cumprir um dever! Faltar é positivamente estar no campo! Que refúgio o não se poder ter confiança em nós! Respiro melhor agora que passaram as horas dos encontros, Faltei a todos, com uma deliberação do desleixo, Fiquei esperando a vontade de ir para lá, que'eu saberia que não vinha. Sou livre, contra a sociedade organizada e vestida. Estou nu, e mergulho na água da minha imaginação. E tarde para eu estar em qualquer dos dois pontos onde estaria à mesma hora, Deliberadamente à mesma hora... Está bem, ficarei aqui sonhando versos e sorrindo em itálico. É tão engraçada esta parte assistente da vida! Até não consigo acender o cigarro seguinte... Se é um gesto, Fique com os outros, que me esperam, no desencontro que é a vida. Álvaro de Campos

                + More details
                • Três Pessoas

                  03:50

                  from André Martins / Added

                  543 Plays / / 0 Comments

                  This short film is about Fernando Pessoa's heteronymia and it represents his three most significant heteronyms: Alberto Caeiro, Ricardo Reis and Álvaro de Campos . Camera: Canon EOS 550D Lens: 18-55mm f/3.5-5.6 Edited on Sony Vegas Pro 10

                  + More details
                  • Dia dos Namorados

                    01:06

                    from Escola Aquilino Ribeiro / Added

                    105 Plays / / 0 Comments

                    A propósito do Dia dos Namorados o 7ºF leu o poema "Cartas de Amor" de Álvaro de Campos (Fernando Pessoa). Que vivam as cartas de amor, que viva o "Ridículo".

                    + More details
                    • [do AMOR] para AMARES

                      09:24

                      from [berlinde plays] / Added

                      54 Plays / / 0 Comments

                      Breve narrativa sobre o amor com textos seleccionados por Ana Forte e ilustrados por Ângela Berlinde, no âmbito da celebração do Dia dos Namorados, na Escola Secundária de Amares|2012 Textos por ordem de apresentação: Bocage Cesário Verde Alberto Caeiro Camilo Pessanha Álvaro de Campos José Gomes Ferreira Sophia de Mello Breyner António Gedeão Eugénio de Andrade Casimiro de Brito Jorge de Sousa Braga Carlos de Oliveira Mia Couto Manuel Bandeira Nuno Júdice Camões Antero de QUental Marquesa de Alorna Música Elvis Presley

                      + More details

                      What are Tags?

                      Tags

                      Tags are keywords that describe videos. For example, a video of your Hawaiian vacation might be tagged with "Hawaii," "beach," "surfing," and "sunburn."

                      The more you know…

                      Vimeo Video School

                      Check out these lessons to learn how to make videos about Álvarodecampos:

                      Vimeo Video School has awesome lessons and video tutorials to help you get started making better videos.