1. 29a Bienal de Artes de São Paulo - Participação da Pós-Graduação em Artes da Universidade Salgado de Oliveira

    05:15

    from Conchita Pedrosa Morgado Conchy / Added

    Viagem de estudo à 29a Bienal de Artes de São Paulo, com a participação de professores e alunos na performance oficial da obra DIVISOR, da artista brasileira Lygia Pape. Este vídeo mostra o registro da visita de professores e alunos da Pós-Graduação em Artes e do curso de Educação Artística do Campus Niterói, RJ, da Universidade Salgado de Oliveira - Universo -, efetuada nos dias 24 e 25 de dezembro de 2010. Aparecem nas imagens os professores Roberto Segre, Concepción Rafaela Pedrosa Morgado, Nicholas Martins e Lúcia Lyra da Serpa Pinto, e os alunos Thiago Bernardes, Tatiana Gardel, Leonardo Góes, Dayse Caminha, Jose Javier P Pedrosa, Ana Paula Callegario e Isabel Lyra, entre muitos outros

    + More details
    • DIVISOR 2014 full

      03:31

      from Pedro Fortes / Added

      293 Plays / / 0 Comments

      Divisor by Lygia Pape

      + More details
      • Formas do Afeto. Um filme sobre Mário Pedrosa [english subtitles]

        33:59

        from nina galanternick / Added

        801 Plays / / 0 Comments

        documentário | media-metragem | 33' | 2010 http://ninagalanternick.com sinopse Documentário sobre o critico de arte Mário Pedrosa e sua relação com jovens artistas brasileiros, ao longo de três gerações, entre eles: Helio Oiticica, Lygia Clark, Lygia Pape, Abraham Palatnik, Almir Mavignier, Antonio Manuel e Cildo Meireles. A participação de Pedrosa na formação destes artistas se deu mediante uma intensa troca de idéias e experiências, que refletiram no rumo das artes plásticas no Brasil. Com uma abordagem delicada e sensível às relações pessoais o filme apresenta um viés pouco explorado da relação entre critico e artista, bem como busca representar as obras de arte a partir das potencialidades do audiovisual. festivais e prêmios - Melhor Roteiro -RECine Festival Internacional de Cinema de Arquivo - 2011 - Melhor Curta-metragem - RECine – Festival Internacional de Cinema de Arquivo - 2011 - Festival do Rio, 2011 - CineOp – Festival de cinema de Ouro Preto - 2011 - Temp D’Image – Lisboa, 2010 - Exposição Das Verlangen nach Form, na Akademie der Künste, Berlim - Mostra Cinema de Pintura – Instituto Moreira Sales - 2010 ficha técnica Direção: Nina Galanternick Coordenação de Pesquisa: Glaucia Villas Bôas Produção Executiva: Nina Galanternick e Glaucia Villas Bôas Direção de Fotografia: Thiago Lima Silva Narração: Paulo José, Clara Linhart, Ericson Pires Pesquisa: NUSC – Núcleo de Pesquisa em Sociologia da Cultura/UFRJ Pesquisa, Produção, Roteiro, Montagem: Nina Galanternick Consultores: Luiz Camillo Osório, Lígia Dabul Produção de Set: Carolina Antonucci Trilha Sonora: Rodrigo Marçal Edição de Som e Mixagem: Vinícius Leal Finalização e correção de cor: Daniel Correia Realização: NUSC - Núcleo de Pesquisa em Sociologia da Cultura/UFRJ Produção: Gala Filmes Apoio: FAPERJ Apoio Cultural: MAM

        + More details
        • Das Verlangen nach Form - O desejo da Forma: Neoconcretismo und zeitgenössische Kunst aus Brasilien

          04:02

          from Kunst+Film / Added

          53 Plays / / 0 Comments

          Impressions of the exhibition "The desire of Shape - O desejo da Forma: Neoconcretismo and contemporary art from Brazil" from 03.09.2010 to 07.11.2010 at the Akademie der Künste, Berlin... read more in German: Impressionen der Ausstellung "Das Verlangen nach Form - O desejo da Forma: Neoconcretismo und zeitgenössische Kunst aus Brasilien" vom 03.09.2010 bis 07.11.2010 in der Akademie der Künste, Berlin Die gelungene «Neoconcretismo»-Schau in der Akademie der Künste zeigt Brasiliens spielerischen Umgang mit der Moderne – seit 50 Jahren. Einen ausführlichen Bericht finden Sie bei "Kunst+Film": http://kunstundfilm.de/2010/09/das-verlangen-nach-form-neoconcretismo/

          + More details
          • PERFORMANCE ART / LIVE ART Kalinka Prates, Water-Fall, São Paulo, Brasil, 2012

            05:34

            from Kalinka Prates / Added

            15.7K Plays / / 0 Comments

            WATER-FALL IN O trazer de uma experiência topológica para um ambiente esquadrinhado e urbano obriga a subjetividade a impor-se em um meio objetivo, entrando em choque dois universos. A possibilidade de levantar um ato para um público racional com expectativas objetivas, coloca-se em prática. A noção de platéia e artista é questionada pela passividade do entender contemplativo e da autoridade do fazer. Um trabalho mítico em fazer-se apenas meio, transposto ao espaço moderno, nos corta a exigência de fazer-se sujeito ou objeto de saber, e torna claro o poder do artista no seu fazer. Em certo momento, já não se sabe se é o artista que contempla e racionaliza pelas suas escolhas, ou se o espectador é o que age – mesmo que sua opção seja o não-agir. Pronto, uma relação sadomasoquista entre saber e poder, entre o fazer e o contemplar, entre a captura imediata da obra pela modernidade que desencanta, no sentido de ignorarmos o fato de sermos cúmplices de barbáries. Nos instiga a sairmos da zona de conforto dos nossos corpos entorpecidos. A função do artista tanto quanto a do espectador, não só passam a se confundir, mas como passam a ser questionados como práticas de liberdade e autoridade. Nesse sentido, todos somos sádicos e masoquistas, e no espaço moderno todos somos sujeitos e objetos, senhores e escravos de nós e dos outros, qualquer ação está pronta para ser capturada – e nem o artista estaria em esfera superior de atividade: ele também é produto e produtor do sistema, e está na encruzilhada de criar para ser capturado, é parasita e parasitário. WATER-FALL OUT Topologia, live art “Se você engolir peixe vivo, vai nadar…” – crença popular do interior de Minas Gerais. A obra é uma experiência topológica em fazer o corpo confundir-se com o meio. Trabalha-se a possibilidade de livrar o Corpo a interagir pela Memória ao compor sua própria hierarquia em rede com o solo, o fluxo de água, os seres vivos e as comunidades humanas locais. Esse confundir-se meio e memória, faz das experiências encantadas da infância transformarem-se em mitos antropofágicos concretos. Entre livrar os órgãos para livres-associações e colocar a consciência como organizadora, faz-se do conflito do Corpo um semi-deus. A autoridade instrumental da ação humana luta para organizar um espaço mítico caótico e constuir um novo corpo sintético e topológico. Cabelo-alga, peixe-mulher, comunidade e espaço, autoridade e submissão, entrelaçam-se em um work-in-progress que só constitui-se como tal a partir de suas circunstâncias sociais e espaço-temporais, tendo como instrumento um corpo nu memorial, fazendo de si o meio como ritual.

            + More details
            • PERFORMANCE ART / LIVE ART Kalinka Prates, OCO, São Paulo, Brasil, 2012

              04:39

              from Kalinka Prates / Added

              6,127 Plays / / 0 Comments

              OCO O bravejar da conquista da vida em um vulcão de gelo fetal acaba negociada na crueldade impressa na carne. A sobrevivência em uma corda-bamba está em jogo. Em movimentos sinfônicos que se assemelham ao tempo da natureza, ela revela-se em terremotos. O andar da criação começa pela luta de forças e intensidades diversas que se encontram em vetores tortuosos, escondendo a violência do Ser que a cada momento de existência luta pela sua estabilidade no limite ontológico. Um pequeno terremoto de intensidades vitais luta para constituir-se como figura representável nas movimentações amplificadas por movimentações. A explosão dos limites da carne cede a uma dança caótica e involuntária por onde um corpo nunca será o mesmo, se é que o será, na estética do imprevisível, do improvável. Um corpo frágil revela-se um corpo abandonado em potência criadora simultaneamente destruidora, a passividade assistida é ameaçada a libertar-se, o conflito entre o fazer viver e deixar morrer é feita transparente para corpos cúmplices livres a interagir. Como reagiremos a embrionária ação do devir-mulher em conflito? A obra é cruel, é violenta; nos rasga, nos corta, nos inquieta; não será possível nos acomodarmos no conforto da consciência, e provavelmente não saíremos os mesmos depois de compartilhar da experiência do vulnerável. Não deixaremos de questionar nossas reações e revelar nossos preconceitos. Mas ela também se revela uma ode à Vida, no terreno onde ela é incomunicável, pré-histórica.

              + More details
              • Holly Pester poetry performance at Serpentine Gallery, 11th February 2011

                05:21

                from Holly Pester / Added

                291 Plays / / 0 Comments

                "Every Saturday the Serpentine Gallery hosts talks and seminars for the public. This winter prominent artists, poets, curators and academics discuss themes connected to the Lygia Pape exhibition and the Neo-Concrete movement."

                + More details
                • [BIENAL] Abertura - Opening

                  03:35

                  from Eduardo Aquino / Added

                  19 Plays / / 0 Comments

                  This video is part of the coverage of the 29th Bienal de São Paulo More videos at 29bienal.org.br Esse vídeo faz parte da cobertura da 29a Bienal de São Paulo Mais vídeos em 29bienal.org.br

                  + More details
                  • Entrevista a Teresa Velázquez: Lygia Pape, Espacio imantado

                    03:33

                    from Museo Reina Sofía / Added

                    1,791 Plays / / 0 Comments

                    Teresa Velázquez, comisaria de la exposición, presenta el trabajo de la artista brasileña Lygia Pape, estrechamente vinculada al movimiento neoconcreto, surgido en un importante contexto de renovación y modernidad que tuvo lugar en su país de origen. Esta exposición muestra el carácter multidisciplinar de la artista, tanto en temas como en formatos, que van desde el cine y la performance hasta la pintura y los libros, entre otros.

                    + More details
                    • Bienal 2010

                      00:52

                      from Henrique Palazzo / Added

                      18 Plays / / 0 Comments

                      Obra do Gil Vicente na parte de cima e Lygia Pape na parte de baixo.

                      + More details

                      What are Tags?

                      Tags

                      Tags are keywords that describe videos. For example, a video of your Hawaiian vacation might be tagged with "Hawaii," "beach," "surfing," and "sunburn."